cavalos

Loading...

domingo, 1 de janeiro de 2012

Rena a filha da Égua Ternura

No dia 24 de Dezembro, Natal, nasceu Rena, esta bela potrinha filha da minha égua Ternura.



Rena é a prova de que, se bem alimentada a égua durante o último terço da gestação, a cria nascerá forte e saudável.


Ternura está sustentada somente em ração e bagaço seco quando acha, a seca está muito grande e até comer palma doce esta égua come se deixar, tanto é o istinto de sobrevivência e rusticidade do cavalo Nordestino. Não existe volumoso verde nessa época.


A égua Ternura come duas vezes uma ração de farelo de milho e farelo de trigo e quando meu pai pode retira das plantas da caatinga uma pequena trepadeira que chamamos de samambaia, que ela adora.


Tentarei criá-la da melhor maneira possível mas sem perder a principal característica do Cavalo Nordestino, a rusticidade e resistência, mas ela será de uma geração de Cavalos Nordestinos melhorados!









2 comentários:

  1. Amigo Krysthoffer, ficamos agradecidos e muito motivados ao recebermos comentários como o do amigo. Fico feliz em saber que existem pessoas que se identificam com a nossa luta, continue a nos acompanhar, precisamos muito do apoio de todos!!!

    ResponderExcluir