cavalos

Loading...

domingo, 6 de abril de 2014

Corrida de Argolinha em Juazeiro


Esporte oriundo da era medieval trazida pelos portugueses, a corrida de argolinha ainda persiste a modernidade


Antigamente eram duas equipes: os russianos (azul) e os japoneses (vermelho), todos vinham com seus fardamentos e cavalos bem ornados, hoje é quase uma raridade encontrar um corredor tipicamente fardado. 


Nosso nordeste ainda tem gente que prima pela tradição e aqui em Juazeiro tem uma turma que ainda resiste mantendo viva as corridas de argolinha.


O público simples mas torcedor.


Aparece de tudo, olhe que maravilha.


Cavalo nordestino e arreios de campo, como antigamente!


Esta é a pista, corre sempre uma dupla de cada vez.


São seis corridas e com pontuações diferentes, tem juiz de pista e apontador, a coisa é organizada



O sol se pondo mas a turma não larga o osso


A direita o amigo Bosquinho e a esquerda o amigo Tiago, firmes na organização, a festa dos vaqueiros com missa e corrida de argolinha organizada pelo amigo Bosco este ano está completando 20 anos de existência, infelizmente não pude ir fazer as fotos da missa que foi hoje dia 06/04/2014, mas o ano que vem estaremos lá! 



Pequeno mas de crina grande!


Tirar uma argola deste tamanho durante uma carreira com uma pequena lança de madeira é uma proeza 


Do tamanho de uma aliança ou um pouco menor, tem que ser muito bom!


Mais um fim de tarde em nosso sertão, muito quente, seco mas muito vivo e lindo!

3 comentários:

  1. oi meu nome e danilo estou organizando uma corrida de argolinha no povoado proximo a jeremoabo bahia queria convidar a todos que se enteressar pode entra encontato comigo meu telefone e 11995331940 meu numero ta com ddd de sao paulo por moro la

    ResponderExcluir
  2. Olá Luis, fiquei encantada com suas informações. A saudade foi imensa, do meu tempo de criança. Nasci no povoado chamado Puxadeira em Campo Formoso. Lá, até os anos 70, ainda promoviam estas festas em comemoração a Todos os Santos, no mês de novembro. Faziam trezenas com banda de pífaros, a corrida de argolinha e a missa, mas não lembro a ordem, pois eram muito pequena. Não sei a razão de tudo ter acabado. Hoje, acredito que só resta a missa e poucos fiéis. Sinto saudade e uma necessidade de promover este resgate cultural. Infelizmente, vivo em outro Estado, mas sempre penso em voltar e tentar trazer de volta a nossa cultura. Agora lendo isso, só aumentou!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei com muitas saudades da minha infância aí em Janeiro onde morava perto da fazenda do seu João do leite no bairro do Juazeiro VIII e tinha a corrida de argolinha e pra fechar com chave de ouro tinha aquele forró maravilhoso com Sanfona, zabumba e triângulo. Que saudades.

    ResponderExcluir