cavalos

Loading...

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Pé de Mourão na Faz. Primavera Curaçá

Cavalos do município de Abaré


Belo Nordestino Paca de cor Palomino

Atento para a saída do boi

Belo exemplar muito bem cuidado

Ele é um Reprodutor que sempre foi bem cuidado

A corrida de pé de mourão ou simplesmente pé de mourão é uma modalidade de esporte equestre genuinamente nordestino assim como a pega de boi no mato, que vem crescendo muito no sertão, uma vez que favorece a participação efetiva do vaqueiro e o seu cavalo de campo, nos momentos de folga, aonde se compete em nível de igualdade. Isso por que a vaquejada em nível profissional já esta projetada para cavalos de bem maior porte tanto em questão de pista como de tamanho do gado, mas vale salientar que este esporte foi criado pelo vaqueiro montado no lombo do seu cavalo nordestino. A corrida de pé de mourão consiste na dupla de vaqueiros derrubar e imobilizar o boi o mais perto possível da sua saída, ou no menor espaço de tempo, é interessante pois o vaqueiro tem que pular do cavalo, pegar e derrubar o boi na unha.



2 comentários:

  1. Com a profissionalização que o esporte teve nas últimas décadas, a vaquejada está a exigir alto preço nas senhas, os cavalos competitivos são os quarto-de-milha vendidos a elevadas cifras, o que retirou de seu cenário o vaqueiro e o cavalo nordestino: seus genuinos criadores e corredores de outrora. Perdeu muito em essência esse esporte genuinamente nordestino. Sorte que estamos em período de resgate das pegas de boi e corridas de pé de mourão como a acima retratada pelo amigo Luis Cleber. Tais esportes retomam a glória do vaqueiro e de seu cavalo crioulo do nordeste. Os quase quinhentos anos da inestimável "Civização do Couro" agradecem o importante registro do Luis e dos demais entusiastas do Juazeiro. André Aragão de Maya Gomes em 23/04/10.

    ResponderExcluir
  2. Jean Marcelo Aquino5 de maio de 2010 10:36

    Valeu Luis Cleber, tá se tornando um verdadeiro fotógrafo... Parabéns pelo desempenho para resgatar nosso Cavalo Nordestino. Eu também estava lá na "Fazenda Primavera - Curaçá -BA"( e não Juá Como foi escrito).Trabalhei como locutor do bolão de vaquejada que teve logo após o pé de mourão no qual contamos com 64 inscrições, cerca de 80% de vaqueiros montando Cavalos Nordestinos e inclusive um dos dois ganhadores, o senhor José Luis da Fazenda Cajueiro, esteirado por sua filha Jessica, estavam disputando em uma dupla de cavalos com bastante sangue Nordestino, sendo que o de esteira foi comprado por José Luis logo após a corrida no valor de R$ 1500,00. Obs O referido cavalo de esteira é o Baio da foto acima.

    ResponderExcluir