cavalos

Loading...

domingo, 5 de setembro de 2010

Transferência das Éguas para a Fazenda Cupim

Malícia e sua cria na Fazenda Lagoa da Onça, Jaguararí, do nosso amigo Gênison (Gegê), pasto batido mas sempre o nordestino acha alguma coisa para mastigar.


O caminhão do amigo Dr. Francisco, gentilmente cedido, sendo pilotado pelo amigo Alessandro (Sandrinho), tendo o Macaxeira em cima da grade com uma foice cortando os obstáculo para não rasgar a lona ou danificar a grade. Emcima do caminhão estão o primeiro lote de éguas, vindas de Juazeiro do sítio do Dr. Francisco.

Todo mundo ligado desde as 04:00 hs da madrugada para iniciar a luta, mas felizes em um ótimo clima de amizade, união e gratificados em levar os animias para uma farta pastagem de pangolão na Fazenda Cupim do amigo Gêge a 14 Km da Fazenda Lagoa da Onça também dele, tudo em prol do Cavalo Nordestino.

Mais trabalho para melhorar o acesso a fazenda, Macaxeira pegado na foice e Gêge fiscalizando, eu parei um pouco para registrar, mas a labuta foi pesada para todos, mas gratificante.

Uma bela vista de uma fazenda próxima a Fazenda Cupim, esta região está somente a 115 Km de Juazeiro e é tão diferente em clima e precipitação pluviométrica. Mais pasto e clima mais ameno, melhor oferta de alimento para os animais reflete em uma melhor condição de crescimento.





Um comentário:

  1. Tive um pampa nordestino. Tenho fotos dele. Era pequeno, quase c/o pônei. Na época meu avô tinha vacas de grandes chifres. Apartando uma delas da cria, certa hora me distraí e a vaca veio p/ cima da gente sem eu ver. O cavalo virou-se e encaixou o peito entre seus chifres. Ficou uma ponta na frente de cada joelho meu e ninguém se machucou. O cavalo era mais atento do que o vaqueiro :))

    ResponderExcluir